Afinal, quanto custa manter um aplicativo?

Você sabe quanto custa manter um aplicativo? E sabe também que cada um tem um custo de manutenção contínuo após a publicação, independentemente de quem o cria?

Depois que ele for publicado, você ainda terá de criar novos conteúdos, acompanhar o desempenho da estratégia e informar os usuários sobre o que há de novo. Se seu aplicativo para empresas depender de um servidor para armazenar informações, como registros de usuários ou histórico de pagamentos, você também precisará pagar para gerenciar essas informações.

Além disso, todo aplicativo requer manutenção contínua e atualizações de conteúdo para manter os usuários satisfeitos, engajados e voltando para mais. Dependendo da complexidade do seu aplicativo, você também pode ter custos adicionais para manutenção de emergência, publicar notificações push em tablets e smartphones, processar de pagamentos, etc.

Continue a leitura e entenda mais sobre o assunto!

Quanto custa manter um aplicativo?

A resposta mais precisa para quanto seu aplicativo custará para manter depende muito de como ele foi criado. Você pode até poupar nos custos de desenvolvimento iniciais ao contratar um programador mais barato, mas se a sua aplicação não for concebida para escalar, haverá custos muito mais elevados no futuro, à medida que a sua aplicação atrai mais utilizadores.

Uma boa regra é estimar que 20% do custo do desenvolvimento inicial será o provável investimento anual para manter o app funcionando bem. Se os seus custos iniciais de desenvolvimento forem de R$ 100.000, você poderá gastar cerca de R$ 20.000 por ano de manutenção. 

Quais são os principais custos envolvidos?

Hospedagem

Muitos aplicativos móveis exigem um servidor que hospede a API, o banco de dados e os recursos (como imagens e vídeos). A maioria dos desenvolvedores prefere hospedar esses itens em um ambiente baseado em nuvem, como o Amazon Web Services (AWS).

Os proprietários de aplicativos pagarão mensalmente por esses serviços com base nos recursos usados. Se o ele for compatível com streaming de vídeo ou grandes transferências de arquivos de e para o seu servidor, isso pode representar uma grande despesa.

Além disso, à medida que sua base de usuários cresce, isso também pode acrescentar novos custos. Felizmente, esses custos são facilmente estimados desde o momento de se verificar a viabilidade do aplicativo, então você e o seu desenvolvedor deverão manter um diálogo aberto. Afinal, determinadas escolhas que ele fizer podem influenciar no custo de manutenção.

Monitoramento

A maioria dos aplicativos deve ter monitoramento analítico que relate o que os usuários estão fazendo no seu ele. Existem inúmeras plataformas gratuitas que fornecem esse serviço (como o Flurry Analytics , o Facebook Analytics ou o Google Analytics ), mas você ainda precisará investir tempo ou dinheiro no monitoramento desses relatórios. Esses dados são inestimáveis, portanto, use-os para informar decisões futuras.

Além disso, os aplicativos devem ter relatórios de falha e monitoramento de desempenho. Há também muitas plataformas que fazem isso de graça, mas corrigir e melhorar os problemas pode gerar custos adicionais. Você pode querer ter alguém de plantão para responder a esses alertas, principalmente depois das atualizações do aplicativo.

Engajamento

Os aplicativos para empresas prosperam quando têm um envolvimento contínuo. O uso frequente deles aumenta a probabilidade de adicionar novos clientes e manter os existentes. Apps bem projetados têm métodos de impulsionar o envolvimento contínuo.

Parte disso pode ser automatizada em seu aplicativo — para que não exija trabalho contínuo—, mas ter um conteúdo dinâmico criado por uma pessoa real envolvida no seu projeto pode ser extremamente benéfico. Ela poderá criar engajamentos ativos na forma de novos conteúdos, notificações por push, e-mails ou eventos especiais.

Há inclusive toda uma área de publicidade voltada para a criação de estratégias para manter os clientes vidrados no seu app, utilizando técnicas de gamificação.

Ao garantir que sempre haja algo novo acontecendo em seu aplicativo, você oferece aos seus clientes uma razão significativa para voltar várias vezes. O custo desse esforço pode variar dependendo do tipo de engajamento. Pode exigir algum trabalho de seus desenvolvedores ou algo que seus criadores de conteúdo podem gerenciar por conta própria.

Marketing

Muitas empresários, ao contratarem um desenvolvedor de apps, negligencia totalmente a importância do marketing  para que um aplicativo para dispositivos móveis seja bem-sucedido. Milhares de aplicativos são lançados a cada dia. É  ingênuo pensar que só porque seu aplicativo é maravilhoso, ele será um sucesso. 

A menos que você tenha uma base de clientes existente (e não queira ampliar o público) ou seu aplicativo seja para uso interno da empresa, você precisará de um plano de marketing. O custo do marketing pode variar muito, mas essa é a maior despesa contínua para aplicativos móveis. 

Esses custos podem incluir a criação de conteúdo (vídeos, animações, fotografia ou blogs) e a compra de anúncios (listagens de loja de aplicativos, anúncios da rede de pesquisa, ou rádio). Você, provavelmente, precisará de uma equipe de marketing experiente para orientá-lo nesse processo.

Atualizações

Olhe para qualquer aplicativo na loja de aplicativos e você encontrará uma lista de atualizações de aplicativos, que incluirão novos recursos, alterações e correções de bugs. Nenhum aplicativo é perfeito na versão 1.0, mas, felizmente, os desenvolvedores de app também fornecem serviços de atualização. Por isso, o custo será determinado pelo tamanho dos novos recursos ou pelo envolvimento das correções de bugs.

Licenças

Alguns aplicativos serão criados com tecnologias licenciadas. Assim, eles terão taxas anuais ou taxas por atualização.  Certifique-se de entender como o seu aplicativo está sendo desenvolvido e se há contrato de licenciamento. Desse modo, você evita uma conta inesperada e terá certeza de todas as despesas enquanto mantiver o aplicativo ativo.

Resumindo, essas serão as principais despesas a serem consideradas quando calculamos quanto custo manter um aplicativo, lembrando que eles variam de acordo com as necessidades de cada projeto.

Apesar de parecer muita coisa, hoje em dia, é essencial ter presença digital no mundo dos apps, pois todos nós temos tablets e smartphones, com os quais andamos o tempo inteiro. Desse modo, ter um aplicativo é uma garantia de atingir os clientes em quase todo momento do dia e garantir o engajamento com a sua marca.

Agora que você já sabe quanto custa manter um aplicativo, é hora de em criar um deles para impulsionar a sua estratégia digital e garantir uma rede de clientes ainda maior. Entre em contato conosco: a nossa equipe está preparada para te ajudar nessa tarefa!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *